Operação de fim de ano nos principais aeroportos do país começa dia 10

O ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Eliseu Padilha, anunciou hoje (2)  que a Operação Fim de Ano nos 15 principais aeroportos do país começa no próximo dia 10.  A expectativa é que até o dia 10 de janeiro pouco mais de 20,1 milhões de passageiros movimentem os terminais em viagens de Natal, Ano Novo e férias escolares.

*Da Agência Brasil

 

De acordo com o ministro, a previsão é de 30 dias de reforço para a alta demanda do período nos terminais de Guarulhos, Congonhas e Viracopos (SP), Galeão e Santos Dumont (RJ), Brasília (DF), Confins (MG), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), Curitiba (PR), Manaus (AM), Fortaleza (CE), São Gonçalo do Amarante (RN) e Cuiabá (MT) que, juntos, representam 80% do fluxo de viajantes no país.

Representantes das companhias aéreas, operadores aeroportuários e entidades do setor se reuniram ontem (02) para acertar detalhes das operações de fim de ano.

Entre os compromissos assumidos pela Infraero estão a utilização de mais equipes de apoio e informação ao viajante, remanejamento de funcionários para turnos de maior movimento, medidas que garantam maior fluidez operacional nas atividades, ativação de planos de contingência de manutenção, equipamentos críticos, pista e pátio, além da implantação de sistema de acessibilidade (libras) nos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont.

As companhias aéreas se comprometeram a manter os níveis de reservas e de vendas alinhados à capacidade de aeronaves, rotas planejadas e prestação de serviço de rampa e capacidade da tripulação. Elas também admitiram reforço nas equipes de segurança, rampa e atendimento, tripulantes, suprimentos, operações e manutenção, bem como reserva total e parcial de aeronaves, aumento do nível de combustível das aeronaves, plano de contingências para eventual queda de sistemas do check-in e aviso especial de alteração de voos.

Entre as recomendações da secretaria, destacam-se a ocupação de todas as posições de check-in dos aeroportos, monitoramento de possíveis impactos de obras e manutenções correntes nos terminais, ampliação do horário de funcionamento de estabelecimentos de alimentação, geração de informação em tempo real para comunicação ao passageiro, manutenção de atrasos e cancelamentos em níveis abaixo de 15% nas operações dos principais aeroportos e acompanhamento da evolução do quadro meteorológico do país.

Segundo Eliseu Padilha, em 2015 o setor aéreo deve registrar saldo positivo de 1,3% em relação a 2014.

Acrescentou que, no acumulado do primeiro ao terceiro trimestre deste ano, o Brasil obteve a maior movimentação aeroportuária já registrada para o período, com 163,28 milhões de passageiros, volume 2,3% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, “superando sensivelmente a demanda levantada em ano de Copa do Mundo”.

A expectativa é que a movimentação do quarto trimestre feche com um crescimento de 0,45%, na comparação com o mesmo período de 2014. Os meses de agosto, setembro e outubro deste ano apresentaram quedas respectivas de 1,69%, 1,42% e 7,13%.

O aeroporto com melhor desempenho em 2015 foi o de Brasília, com crescimento acumulado, entre janeiro e outubro, de 8,23%. Conforme a secretaria, o resultado se deve ao fato de o aeroporto ter se tornado um ponto central de conexões domésticas.

 

Fonte: Hosteltur

Mostrar Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 6 = 3

*